19
01 / 2018

Emater inicia ações do PAA na regional de Bom Jesus – PI

Piauí

Tamanho
(Foto:Ascom Emater)

O Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater), em parceria com a SDR, prefeituras municipais, conselhos locais e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), iniciou no escritório regional de Bom Jesus, as atividades que mobilizam entidades parceiras e agricultores familiares para execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A expectativa é de que 30% das propostas sejam executadas até dezembro. Apesar da estiagem os produtores estão otimistas e se preparam para comercializar 70% da produção até maio de 2017. As reuniões acontecem nos municípios de Manoel Emídio, Colônia do Gurgueia, Palmeira, Redenção do Gurguéia e Alvorada.

O técnico Sebastião Mendes informou que só a proposta de Colônia do Gurgueia girou em torno de 180 mil reais, beneficiando 47 agricultores familiares do município. “Será liberado nos meses de novembro a dezembro cerca de 30% do valor. Em Manoel Emídio foram beneficiados 22 agricultores, e 90 mil reais liberados, e três produtores já estão com dinheiro em conta”, destacou.

O PAA tem fortalecido a renda das famílias beneficiadas e viabiliza o escoamento da produção, garantindo mercado certo e preço justo. O Emater além de contribuir com apoio a execução do Programa, tem um papel fundamental na Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) pública, ofertando também cursos e capacitações que garantem a qualidade e equidade dos produtos comercializados.

Segundo o diretor técnico do Emater, Clebio Coutinho, o PAA é uma ação executada pela Conab e SDR, e que no caso do Emater, ele atua em parceria, no sentido de apoiar os agricultores familiares individuais ou em coletivos, a fim de organizar a produção dos agricultores e elaborar projetos de fornecimento de produtos da agricultura familiar, tanto de origem vegetal quanto animal aos mercados institucionais. Já o mercado da Compra Direta é diretamente ligado a SDR em convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário. “No caso de Bom Jesus, esta ação é direcionada no sentido de organizar um grupo de agricultores, em toda a região, com a finalidade de elaborar a proposta de aquisição de alimentos e acompanhar esses agricultores na distribuição dos alimentos nas entidades sociais cadastradas no Programa.

Atualmente, constituem as entidades cadastradas os CRAS e as associações também registradas no Conselho de Segurança Alimentar ou no Conselho Municipal de Assistência Social. O Programa, por exemplo, gera uma expectativa de alimento para as pessoas carentes, pois são gerenciados em alguns municípios pelo Fundo Municipal de Assistência Social e o Centro Municipal de Assistência Social.

O diretor geral do Emater, Marcos Vinicius, acrescenta que nesta mesma ação o Emater trabalha orientando os produtores através de oficinas e cursos de capacitação, visando o manejo das culturas que o agricultor desenvolve em sua propriedade, como também na manipulação de produtos que irão passar por algum tipo de beneficiamento. “O Emater e parceiros priorizaram a coordenação dos mais de 150 municípios beneficiados através do Programa, e os técnicos do Emater farão o acompanhamento. Um destaque ficou por conta da preocupação do Governo do Estado com a comercialização, atualmente se faz a aquisição de mais de 30% dos produtos da agricultura familiar, e queremos que as prefeituras façam o mesmo, para fortalecermos o Programa e, por conseguinte fortalecer também a agricultura familiar”, disse.

Após a finalização desta etapa pretende-se fazer uma avaliação do impacto que este programa gera nos municípios beneficiados, com ênfase no aumento da produção, eficiência na comercialização e melhoria das condições de vida das pessoas carentes.

Se você está buscando um novo emprego, selecione abaixo:

Cadastre seu currículo agora   Envie seu currículo para dezenas de empresas

Revise seu currículo com um especialista   Consultoria gratuita para obter um emprego