24
02 / 2018

Academia de ópera do Theatro Municipal abre processo seletivo

Rio de Janeiro

Tamanho

A Academia de Ópera Bidu Sayão, vinculada à Diretoria Artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, abre inscrições do processo seletivo para 2017. Fundada em 2015, a academia tem por objetivo o desenvolvimento artístico e musical de jovens artistas líricos brasileiros, abordando os aspectos teóricos e práticos do trabalho profissional em ópera. As inscrições poderão ser feitas até o dia 9 de dezembro, através do e-mail academiadeopera.tmrj@gmail.com.

A academia selecionará cantores entre 18 e 35 anos e pianistas entre 18 e 30 anos, para um período de residência artística de um ano, com possibilidade de renovação por igual período, para estudos vocais e instrumentais, cênicos e musicais, sob a coordenação do tenor Eduardo Álvares.

O candidato deverá enviar, anexado ao e-mail, a ficha de inscrição (formato PDF), currículo em uma lauda (formato PDF) e cópia do documento de identidade (formatos JPG ou PDF). Os candidatos serão selecionados através de audição, em duas etapas.

Depois de selecionados, os alunos participarão de atividades pedagógicas, que incluem aulas, masterclasses, estudo de repertório, ensaios e concertos, com trabalho focado no desenvolvimento musical e da expressão dramática.

Os cantores poderão participar das produções do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, fazendo parte de segundos elencos e papéis comprimários na temporada oficial de óperas e concertos (sinfônicos e de câmara), assim como de espetáculos especialmente produzidos com finalidades artísticas e pedagógicas, realizados com piano ou orquestra.

Os pianistas atuarão como colaboradores nas atividades pedagógicas ministradas aos alunos cantores da academia e em suas produções, nas quais poderão atuar como pianistas correpetidores e maestros internos.

Os alunos terão acesso aos ensaios e concertos das produções da temporada do Municipal e participarão de aulas e palestras com os artistas da casa e convidados. No entanto, os aprovados não receberão bolsas ou ajuda de custo, mas serão remunerados através de um cachê artístico, caso venham a ser selecionados para alguma participação como solistas em óperas e concertos. Os valores dos eventuais cachês artísticos serão estipulados individualmente, de acordo com as dimensões dos papéis assumidos.

Se você está buscando um novo emprego, selecione abaixo:

Cadastre seu currículo agora   Envie seu currículo para dezenas de empresas

Revise seu currículo com um especialista   Consultoria gratuita para obter um emprego