17
02 / 2018
0 Novos artigos

Especialização em Políticas de Saúde Informadas por Evidências tem aulas inaugurais em dez cidades no Brasil, Argentina e Uruguai

Saúde

Tamanho

 A primeira edição do curso de Especialização em Políticas de Saúde Informadas por Evidências (ESPIE) teve início no dia 02/12/2015 no DF, com a abertura e os primeiros encontros presenciais na Fiocruz Brasília

A abertura do curso ocorreu simultaneamente em Brasília, Montevidéu (Uruguai), Córdoba (Argentina), Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Vitória, Goiânia, Fortaleza e Manaus. As cidades estiveram conectadas por videoconferência com o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. No Sírio Libanês, a mesa foi presidida pelo superintendente Roberto Padilha, que fez uma apresentação dos cursos oferecidos pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do hospital. O coordenador do ESPIE, Sílvio Fernandes, falou mais sobre a metodologia do curso.

Em Brasília, houve pronunciamentos, também exibidos por videoconferência, dos representantes das parcerias que viabilizaram o curso, que segundo Elton Chaves, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), poderá ter um impacto importante no Sistema Único de Saúde. Natália Veloso, do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS), afirmou que um dos objetivos do curso é estimular a aproximação entre a academia, a gestão e a sociedade civil. Segundo Jorge Barreto, da Rede para Políticas Informadas por Evidências (EVIPNet Brasil), “esse curso traz a visão de que o conhecimento se articula com outros fatores” na elaboração de políticas de saúde. “É uma oportunidade de mudar processos de trabalho que podem mudar o SUS”, disse Lourdes Almeida, assessora técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Fruto de uma parceria entre a EVIPNet Brasil, que é coordenada pelo Decit/SCTIE/MS, o Conasems, o Conass, o Observatório Iberoamericano de Políticas e Sistemas de Saúde (OIAPSS) e o IEP do Hospital Sírio Libanês, com apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o curso é oferecido gratuitamente pela equipe de ensino do hospital por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS). O ESPIE tem uma metodologia inovadora, construtivista, e inclui aulas on-line e encontros presenciais. Em Brasília, a gestora do curso e facilitadora é Leila Ramos, com apoio de Fátima Cheade.

Além de Brasília, Córdoba e Montevidéu, a especialização também terá turmas em Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Fortaleza e Manaus.

Fonte: Secretaria Executiva EVIPNet Brasil

Se você está buscando um novo emprego, selecione abaixo:

Cadastre seu currículo agora   Envie seu currículo para dezenas de empresas

Revise seu currículo com um especialista   Consultoria gratuita para obter um emprego

Comece já a receber nossa revista gratuita. Direto em seu correio as principais notícias da cidade.

Patrocinadores